5 tendências de RSC em 2017

De acordo com os especialistas, as actividades de responsabilidade social corporativa vão tornar-se ainda mais importantes durante 2017.

Aqui está o que os especialistas, selecionados a partir de diversos artigos, disseram sobre as tendências de RSC durante 2017. Leia este artigo para descobrir alguns factos que irão deixá-lo entusiasmado pelo que o resto do ano trará de novo, ao mundo da responsabilidade social corporativa.


A barra de RSC continua a elevar-se

À medida que mais empresas se estão a dedicar a criar um impacto na esfera social tanto interna como externamente, e devido às alterações no ambiente sócio-económico global.o papel da RSC vai continuar a crescer.

Devido às alterações, os líderes têm de alargar as suas capacidades e influência entre os recursos humanos para alinhar o impacto social com a estratégia de negócio das empresas.

Mais competição em RSC

Entre as empresas, RSC costumava consistir num conjunto de imagens numa apresentação que demonstrava como as empresas tinham em consideração o ambiente, as comunidades e o seu impacto social. Em 2017, isto já não é suficiente para adquirir a melhor reputação entre o top.

Levar a cabo ações contra as alterações climáticas, contribuir para movimentos de justiça social são coisas esperadas das grandes empresas de hoje em dia.

Para resumir este parágrafo, de forma a que as maiores empresas adquiram uma melhor reputação, terão de levar a cabo mais ações como as mencionadas acima. Em vez de simplesmente as levar a cabo voluntariamente – agora é praticamente um requisito básico, existindo competição.

Demonstrações digitais de RSC

Como o mundo do marketing digital está em expansão, o tempo de atenção do consumidor diminui. Os consumidores estão habituados a obter informação na hora, através de fontes online. O mesmo conceito se aplica aos investidores. Investidores mais ocupados não terão tempo para analisar páginas de relatórios acerca do impacto que a empresa está a causar. Os relatórios dos resultados serão apresentados de forma digital, através de ajudas visuais, tais como informação, animações e vídeos que ilustram os impactos que foram causados e, mais importante ainda, esta forma de relatório poderá ser analisada por qualquer um, uma vez que esteja acessível ao público, podendo até incorporá-lo no website da empresa.

RSC pode ser uma cultura

De acordo com um artigo do Marketing Insider Group, “o futuro da RSC será incorporá-lo na cultura da empresa” disse Steve Wood, CEO oda Avadim Technologies. Isto significa que todas as empresas irão ter todos os seus colaboradores envolvidos na missão da empresa e irão fornecer meios para que a mesma possa resolver problemas reais do mundo.

Greg Perlstein, Director Sénior na TMI Strategy uma empresa de consultoria da DoSomething.org foi entrevistada pelo Marketing Insider Group.

Na entrevista, ele referiu que se isto é o que o consumidor e o que a empresa querem, então esta terá de envolver os clientes em programas de RSC. Apenas reconhecer que a empresa leva a cabo ações relacionadas com RSC não é suficiente, uma vez que os consumidores exigem que as contribuições não sejam unicamente monetárias. Isto é visto como positivo pelos millennials, para quem RSC é cada vez mais relevante.


Está à procura de uma solução para gerir melhor as suas atividades de RSC?



Source:

Article: Forbes, Blender Media, and Marketing Insider Group

 

Tornando projectos impactantes mais fáceis desde 2011. Optimy é o software para gestão de patrocínio e concessões mais centrado no cliente.
Reúna, selecione e administre todos os seus projectos com uma única ferramenta.

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE